28 janeiro, 2010

Sentimentos aos pacotes

- Não quero mais - disse - devolvo-te todos os teus sentimentos. Se não os quiseres, deita-os fora.
- A sério? Mesmo? Sabes que nunca mais os tornarás a ver... É mesmo isso que queres fazer?
- Sei bem o que faço! - respondeu com firmeza e rigor, mostrando a arrogância de quem quer deixar o assunto por ali.
E estendeu-me os sentimentos num saquinho de plástico, devidamente embrulhados e empacotados.

3 comentários:

Danny disse...

brilhante, como sempre :) se ao menos alguns sentimentos se pudessem devolver.

Beky disse...

eu diria antes, se ao menos alguns sentimentos pudessem guardar-se para sempre...!

Máfia disse...

ah sentimentos que se desenvolvem e ficam para sempre O.